7.23.2017

Anda comigo







anda comigo um pássaro que descerra
portas e janelas
à procura de um coração de asas

não sei se o que digo o morde
por dentro ou por fora
nem se o vento que por aqui passa
é o que passa lá
mas anda sempre comigo
mesmo quando
no mais equivocado dos verbos
deixo cair todos os gestos

parece apego
mas é só falésia de arrebatamento
que um dia se esvai como se esvai
toda e qualquer ave que se rende
ao lado mais belo do mar

e então estarei só


Salete


11 comentários:

Pedro Luso disse...

Olá, Salete!
Gostei muitíssimo do seu "Anda comigo", um belo poema. Parabéns.
Ótima semana.
Um abraço.
Pedro

Profª Lourdes disse...

Lindo poema! Um sentimento que se avulta e as vezes fere, um sentimento que mesmo que se vá, continua forte e avassalador. Parabéns poetisa!
Grata pela visita, e por seguir o blog. fiquei orgulhosa em te ver por lá. Serás sempre bem vinda! Abraços, uma semana de muita paz.

São disse...

Um poema muito bonito, sim.

Boa semana

Manuel Luis disse...

A pássaros assim de tão livres que são, tomam outro rumo.

Profª Lourdes disse...

Olá Salete, vim seguir seu blog com meu outro perfil e agradecer sua visita ao meu cantinho. Obrigada!
Seu lindo poema me fez refletir a leveza da alma de quem está vivendo momentos felizes. Sente-se como um pássaro a voar livre e solto.Lindo!
Tenha uma tarde feliz e um anoitecer de paz. Abraços da amiga Lourdes Duarte.
http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/

Antonio Pereira Apon disse...

Boa noite, Salete.

Belos e inspirados versos, a vida precisa de poesia mais e mais.

Obrigado por sua visita e tão gentil comentário.

Um abraço. Tenha uma boa semana.

PAULO TAMBURRO. disse...

OLÁ,

seguindo você aqui também!

Um abração carioca.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, Salete! seu dom poético é encantador, escreve como se fosse fácil, adoro a criatividade e a sua é muita a criar lindos poemas.
Feliz semana,
AG

Marta Moura disse...

Parabéns, escreves muito bem!

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Belíssimo poema, com ritmo perfeito e figuras de linguagem excelentes. Parabéns! Grande abraço. Laerte.

Maria Rodrigues disse...

Belissimo poema.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco