quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Amanhã







amanhã
quando os anjos vierem
abrir o meu peito e dele
saltar um sismo de indagações
refutarei a ideia de acender
uma fogueira de promessas
ao coração

do cimo e do almejado fumo
dessas inquietações
basta que eu respire sem dor
mais uma e outra vez


Salete